Horários:

Segunda a Sexta 7H30 às 19H


Sábado das 07H30 às 12H

Sintoma que, na maioria das vezes, não significa nada preocupante, a tontura também pode ser algo preocupante, a depender de suas características.

Como se trata de um quadro que pode ter inúmeras causas, uma avaliação médica cuidadosa geralmente é necessária para definir a causa e consequentemente o melhor tratamento.

Logo abaixo você vai conhecer quando uma tontura é algo preocupante, os principais fatores responsáveis e saber o que pode ser feito para resolver.

Siga a leitura!

Quando a tontura é preocupante?

A tontura ocasional é algo comum e muitas vezes não é motivo de preocupação, podendo ser causada por fatores benignos, como desidratação, mudanças na pressão arterial ou mesmo movimentos bruscos, como levantar-se rapidamente.

No entanto, existem situações em que a tontura pode ser um sintoma de um problema mais sério e exigir atenção médica imediata. Aqui estão alguns sinais de que a tontura pode ser algo preocupante:

Tontura repentina e grave

Se você experimentar uma tontura súbita e intensa, especialmente se for acompanhada por outros sintomas como dor no peito, falta de ar ou confusão, pode ser um sinal de uma condição médica grave, como um ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral.

Tontura associada a lesões na cabeça

Se a tontura for consequência de algum trauma na cabeça, mesmo que aparentemente menor, é crucial procurar atendimento médico imediatamente, pois pode ser indicativo de uma lesão cerebral traumática.

Tontura persistente ou recorrente

Se a tontura persistir ou ocorrer regularmente, independentemente da posição ou atividade, pode ser um sinal de problemas de equilíbrio, distúrbios neurológicos ou outros problemas de saúde subjacentes.

Tontura em pessoas idosas

Em idosos, a tontura pode ser um sinal de queda iminente. Idosos que experimentam tontura, especialmente se estiver associada a fraqueza ou instabilidade, devem buscar avaliação médica.

Tontura com perda de consciência

Se a tontura for acompanhada por perda de consciência, convulsões ou outros sintomas neurológicos, isso pode indicar uma condição séria, como epilepsia ou distúrbios neurológicos.

Tontura associada outros problemas

Tontura associada a problemas cardíacos, como arritmias, ou a distúrbios vasculares, como aterosclerose, pode indicar uma condição médica que requer atenção urgente.

Tontura com zumbido

Caso o quadro de tontura esteja acompanhado de zumbido nos ouvidos ou a perda súbita de audição, pode indicar problemas no sistema auditivo ou outros problemas médicos.

Se você experimentar tontura com algum desses sintomas ou se sentir preocupado com a gravidade do seu quadro, é essencial procurar atendimento médico. Um profissional de saúde pode realizar uma avaliação completa, incluindo exames e testes, para determinar a causa da tontura e recomendar o tratamento apropriado.

Veja também:

Doença arterial coronariana (DAC): o que é, sintomas, causas e diagnósticos!

Cardiologista em Brasília (DF)

Colesterol alto: o que pode causar no corpo?

Como medir a pressão em casa?

Quais as possíveis causas?

A tontura pode ser causada por uma variedade de fatores, desde situações benignas até condições médicas mais sérias. Aqui estão algumas possíveis causas para a tontura:

✅ Desidratação – A falta de líquidos no corpo pode levar à redução do volume de sangue, afetando a pressão arterial e causando tontura.

✅ Hipoglicemia – Baixos níveis de glicose no sangue podem resultar em tontura, especialmente em pessoas com diabetes ou em jejum prolongado.

✅ Hipotensão ortostática – Mudanças rápidas na posição do corpo, como levantar-se rapidamente, podem causar queda temporária da pressão arterial, resultando em tontura.

✅ Labirintite – Inflamação no ouvido interno, conhecida como labirintite, pode causar tontura, vertigem e desequilíbrio.

✅ Infecções de ouvido – Infecções no ouvido, como otite média, podem afetar o equilíbrio e causar tontura.

✅ Enxaqueca – Algumas pessoas experimentam tontura como parte de uma enxaqueca, muitas vezes acompanhada de dor de cabeça.

✅ Problemas visuais – Distúrbios visuais, como presbiopia ou astigmatismo, podem contribuir para a sensação de tontura.

✅ Efeitos colaterais de medicamentos – Certos medicamentos, como anti-hipertensivos, antidepressivos e sedativos, podem causar tontura como efeito colateral.

✅ Ansiedade e estresse – Situações de ansiedade, estresse ou pânico podem desencadear tontura em algumas pessoas.

✅ Distúrbios neurológicos – Distúrbios neurológicos, como a doença de Menière ou neuropatia periférica, podem causar tontura.

✅ Problemas cardíacos – Distúrbios cardíacos, como arritmias, insuficiência cardíaca ou doença coronariana, podem resultar em tontura.

✅ Problemas de circulação – Problemas circulatórios, como trombose, embolia pulmonar ou aterosclerose, podem afetar o fluxo sanguíneo e causar tontura.

✅ Anemia – A falta de glóbulos vermelhos e, consequentemente, de oxigênio no corpo pode levar à tontura.

✅ Distúrbios metabólicos – Distúrbios metabólicos, como hipotireoidismo ou hipertireoidismo, também podem causar tontura.

Essas são apenas algumas das muitas possíveis causas de tontura. A avaliação médica é crucial para determinar a causa específica em cada caso, especialmente se a tontura for persistente, recorrente ou associada a outros sintomas preocupantes. 

Veja também: Falta de Ar: O que pode ser e como aliviar?

Como tratar?

O tratamento da tontura dependerá da causa identificada por meio da avaliação médica. Aqui estão alguns possíveis tratamentos, dependendo da origem do problema:

✅ Hidratação – Se a desidratação for a causa da tontura, a ingestão adequada de líquidos pode ser suficiente para aliviar os sintomas.

✅ Ajustes na dieta – No caso de hipoglicemia, ajustes na dieta, como comer refeições balanceadas e fazer lanches regulares, podem ajudar a manter os níveis de glicose estáveis.

✅ Medicamentos – Em alguns casos, medicamentos podem ser prescritos para tratar condições subjacentes, como infecções do ouvido, distúrbios neurológicos ou ansiedade.

✅ Reabilitação vestibular – Para distúrbios do equilíbrio, como a labirintite, a reabilitação vestibular pode ser recomendada para melhorar a função do sistema vestibular.

✅ Fisioterapia – Em casos de tontura relacionada a problemas musculares ou posturais, a fisioterapia pode ser útil para melhorar a estabilidade e o equilíbrio.

✅ Tratamento da enxaqueca – Se a tontura estiver associada a enxaquecas, tratamentos específicos para enxaqueca, como medicamentos preventivos e analgésicos, podem ser indicados.

✅ Gestão do estresse e ansiedade – Técnicas de gestão do estresse, terapia cognitivo-comportamental e medicamentos ansiolíticos podem ser recomendados para tratar a tontura relacionada à ansiedade.

✅ Medicamentos para distúrbios circulatórios – Em casos de problemas circulatórios, medicamentos para melhorar a circulação sanguínea podem ser prescritos.

✅ Ajuste de medicamentos – Se a tontura for um efeito colateral de certos medicamentos, ajustes na dosagem ou mudanças na medicação podem ser considerados.

✅ Tratamento de distúrbios metabólicos – O tratamento de distúrbios metabólicos, como hipotireoidismo, pode envolver a administração de hormônios tireoidianos.

✅ Controle de problemas cardíacos – Em casos de tontura relacionada a distúrbios cardíacos, o tratamento será direcionado para a condição cardíaca específica, podendo incluir medicamentos, intervenções ou procedimentos cirúrgicos.

É crucial ressaltar que o tratamento específico dependerá da causa da tontura, e a orientação de um profissional de saúde é fundamental para determinar o plano de tratamento mais adequado para cada situação. 

Se você está experimentando tontura persistente ou preocupante, é aconselhável procurar por uma avaliação médica o quanto antes.

Conteúdos que você pode gostar:

————————————

Se você está em Brasília-DF ou Entorno, considere a Clínica Átrios como a sua opção!

Dispomos de todos os recursos necessários para investigar e acompanhar sua saúde e da sua família, além de um time de profissionais altamente qualificados e atenciosos.

Marque agora sua consulta com quem é referência no assunto.

Quero agendar minha consulta na Átrios

POSTS RELACIONADOS

Sono saudável: dicas para melhorar a qualidade e proteger sua saúde!

Dra. Núbia

6 de maio de 2024

recomendado - Saúde e bem-estar

Ler mais

Formigamento no corpo: causas e o que fazer

Dra. Núbia

13 de fevereiro de 2024

recomendado - Saúde e bem-estar

Ler mais

Como medir a pressão em casa?

Dra. Núbia

15 de janeiro de 2024

Cardiologia - Doenças cardiovasculares - Exames cardiológicos - recomendado

Ler mais

Fale Conosco

SHLS 716 CENTRO CLINICO SUL TORRE 1 - Asa Sul, Brasília - DF, 70390-700

(61) 3773-4700